BLOG

Turnover

Turnover: O que é e como evitar?

Quando pensamos em gestão empresarial, logo lembramos de indicadores. E para quem não conhece, os indicadores servem para mensurar algo em um determinado período.

Para além disso, eles também são valorosos para tomada de decisões. Mas, dentre gestões necessárias dentro de uma empresa, tem uma que se destaca: gestão de pessoas.

E pensando nisso, temos um indicador que contribui para sinalizar que a gestão de pessoas da sua empresa não vai nada bem: o Turnover.

Você conhece ou já ouviu falar?

Por isso, hoje vamos falar sobre o que é e como evitar o Turnover. Continue com a gente!

Turnover
Imagem: Rock Content

O QUE É TURNOVER?

Esse é o termo em inglês que significa rotatividade. Então, se você trabalha com RH, é provável que já tenha conhecido o Turnover.

Nesse sentido, ele é um indicador que da relação entre o número de contratações e desligamentos, em comparação com o número total de colaboradores.

Em outras palavras, podemos dizer que o Turnover nada mais é do que um recurso para avaliar a cultura e o crescimento da empresa, assim como a quantidade de pessoas.

Em seguida, vamos conhecer um pouco mais sobre os tipos de Turnover.

QUAIS SÃO OS TIPOS?

Agora que você sabe o conceito de Turnover, vamos saber mais sobre os seus tipos. Desse modo, temos 4 tipos que serão abordados a seguir.

1. Voluntário

Nessa modalidade, é o funcionário que decide encerrar o seu vínculo com a organização. 

Mas, atenção!

O Turnover voluntário alto pode indicar problemas com o ambiente organizacional em que pode ter diversos motivos.

2. Involuntário

Aqui, o processo é ao contrário. Ou seja, a empresa que desliga o funcionário e, geralmente, os principais motivos são baixo desempenho profissional e problemas financeiros do negócio.

Apesar disso, é claro que existem muitos outros motivos que fazem a empresa encerrar esse vínculo.

3. Funcional

O funcional é aquele empregado que por alguma razão, ele mesmo pede para sair. Assim, a empresa poupa custos e ainda pode abrir oportunidade para outro profissional.

Portanto, é algo positivo para a empresa.

4. Disfuncional

Por último, esse é o tipo de empregado que, mesmo com bom desempenho, corta laços com a empresa que atua.

Finalmente, vamos aprender agora sobre como evitar o Turnover.

QUAIS AS CAUSAS E COMO EVITAR?

Primeiramente, precisamos saber um pouco mais sobre as principais causas do Turnover. Apenas assim, vamos conseguir saber como evitar.

Afinal, não temos como evitar algo sem antes saber as causas.

Sendo assim, vamos citar alguns motivos principais seja qual for o tipo de Turnover. Vamos lá?

  • Falta de plano de carreira;
  • Falta de feedbacks;
  • Salários inadequados;
  • Liderança ruim;
  • Falta de recursos e estrutura;

Em síntese, são motivos mais corriqueiros, mas que ainda assim sabemos que existem vários outros. Por isso, após calcular o Turnover, é crucial que uma análise geral seja feita.

Isso porque não há um percentual ideal uma vez que depende de vários cenários e contextos.

Portanto, você pode ter várias ações que evitem o Turnover. Algumas delas, são:

  • Contratar bons profissionais;
  • Fazer treinamentos;
  • Ter um plano de carreira e melhores salários;
  • Promover um ambiente agradável.
Turnover
Imagem: Pinterest

Todas essas questões citadas podem ser trabalhadas em conjunto com o objetivo de ter menos rotatividade na sua empresa.

Portanto, supere o Turnover com bons planos!

Posts relacionados

Inscreva-se e receba
conteúdos exclusivos

Seja Vono

Tenha em suas
mãos a tecnologia
do futuro

BLOG

Open chat
Precisa de Ajuda?